A Minha Graça te Basta

2 Coríntios 12:7-10:

E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.

Muitas hipóteses já foram feitas a respeito do “espinho na carne” do apóstolo Paulo, algumas delas razoáveis e outras totalmente sem noção. Não penso que isso seja o foco do capitulo 12 de 2 Coríntios.

Gostaria destacar outros aspectos que poderão ser de grande valia durante o dia a dia de nossa caminhada cristã.

Em primeiro lugar, o espinho na carne veio da parte de Deus e com um propósito especifico, ou seja, que o apóstolo Paulo não se ensoberbecesse com a grandeza das revelações recebidas. Deus estava, por meio do sofrimento, dando equilíbrio ao apóstolo Paulo.

O ministério do apóstolo Paulo sempre foi cravejado de lutas contra o poder das trevas: prisões, açoites, varadas, náufragos, escassez, fome e sede, frio e nudez.

Entendemos, portanto que lutar verdadeiramente contra o poder das trevas sempre pode nos trazer alguns percalços, mas isto não deve nós desanimar porque, no final das contas, estamos servindo o único Deus verdadeiro, o qual tem o controle soberano de todas as coisas.

No caso do capitulo 12 de 2 Coríntios é interessante ressaltar que o proposito do espinho na carne é que o apostolo Paulo possa permanecer humilde: a humildade nós torna instrumentos nas mãos de um Deus Todo Poderoso.

Em Isaías 57:15 está escrito:

Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos”.

O apóstolo Paulo orou três vezes para que Deus afastasse dele este espinho na carne e a resposta de Deus foi: “Não Paulo. A minha graça te é suficiente”.

9 Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.

porque Deus havia um propósito e, se queremos parafrasear o versículo 9, o Eterno está afirmando que  Sua graça,  Seu favor,  Seu poder,  Seu Espírito é totalmente suficiente para que o Paulo possa  enfrentar tudo aquilo que ele está enfrentando. E que o Seu poder se aperfeiçoa, amadurece, torna-se perfeito e se manifesta na fraqueza de Paulo.

Tudo isso vale também por cada um de nós. Deus está sempre no controle do sofrimento de seus filhos:

  • Tiago 1:3 “sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.”
  • Tiago 1:4 “Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em  nada deficientes”
  • 2 Pedro 5 ” depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar”.

O poder de Deus, na vida do apóstolo Paulo assim como em nós, sem a necessária fraqueza, poderia gerar soberba. Por esta razão, no final do versículo 10, o apóstolo Paulo diz:

“Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte”.

Que a graça de Deus possa ser sempre suficiente em nossas vidas. Amem.

Postagens Relacionadas

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful