A Culpa é Minha Mesmo

Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões”, ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado. (Salmos 32:5)

Sim, eu reconheço que a culpa é minha.

Eu errei, e errei muito. Minhas precipitações e decisões sem sabedoria causaram males terríveis a minha alma. Sim, falha minha.

A culpa é minha te der dado me preocupado com quem não se preocupa com si mesmo. Errei por sofrer a dor dos outros, sendo que nem eles mesmos se importavam.

A culpa é minha por ter oferecido ajuda a quem não queria ser ajudado. Com tanta gente precisando de ajuda por aí, eu errei, em não definir com sabedoria as urgências do cotidiano.

A culpa é minha por não ter priorizado o que era, de fato, importante para minha vida. Faltou sabedoria para entender o que Deus esperava de mim.

A culpa é minha de ter chamado de amigos pessoas que não eram minhas amigas. Falhei ao pensar algumas pessoas eram irmãos, pois não eram.

A culpa é minha mesmo de ter criado boas expectativas em pessoas que só tinham o pior a oferecer. Decepcionei-me pois não fui maduro o suficiente para ler as entrelinhas dos comportamentos.

A culpa é minha por ter permitido que muitos me tratassem muito mal sem motivações. Não porque acho que tinha que ter revidado, mas sim, que isso não deveria ter atingido minha alma de forma tão intensa.

Sim, a culpa é minha mesmo, e de ninguém mais.

Erros desse tipo nos ensinam muito. Assim como o salmista entendeu que confessando suas culpas, ele seria perdoado, foi exatamente o que eu fiz.

Culpas assumidas e confessadas. Culpas que não pretendo carregar mais, culpas de erros que me esforçarei em não cometer mais.

Culpas que ficarão no passado, mas que trarão para sempre bons ensinamentos, e a certeza que mesmo tendo falhado, Deus me perdoou.

Erros que me ensinaram muito, não só em relação às minhas posturas e expectativas, mas que me deram a certeza que mesmo no pior cenário, ainda há esperança de receber perdão quando me arrependo.

Erros que ensinaram-me a amadurecer, a ser menos imprudente,  mas, PRINCIPALMENTE, a não desistir de oferecer tudo isso a quem de fato precisa.

E a vida segue… Hoje e sempre…PARA O ALVO, que é Cristo.

Pr. Marco Aurélio Cicco

Postagens Relacionadas

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful