Peregrinos

“(…) como estrangeiros e peregrinos no mundo…” 1 Pedro 2:11

Após alguns dias da tragédia ocasionada pelo furação Irma, no Caribe e em partes dos EUA, voltamos a nos deparar com outro triste evento: o terremoto que há pouco deixou mais de 200 mortos no México. E para nós, cristãos, é inevitável não encarar esses últimos acontecimentos com um olhar apocalíptico.

Esses dias que seguiram pude notar a atenção dada por meus irmãos em Cristo para tudo isso que aconteceu. Mas não pretendo avaliar essas catástrofes sob o prisma escatológico, na verdade, não diretamente.

Partindo do princípio de que tudo que ocorre é para a glória do Senhor, conseguiremos vislumbrar em meio ao horror e comoção a sutil, porém confortante, mensagem sobre nossa vida passageira neste mundo. Quem melhor nos disse isso foi o apóstolo Pedro ao nos chamar de “estrangeiros e peregrinos” em sua primeira carta. Essa breve descrição revela muito sobre nós, filhos de Deus.

Se somos estrangeiros é porque nossa pátria não é aqui. Nosso lugar de morada é a eternidade, ao lado de Cristo. Isso faz de nós, então, peregrinos, ou seja, pessoas que estão de passagem por algum lugar. Esse lugar é a terra, nossa vida aqui e agora.

A pátria celestial não apresenta tempestades, maremotos, furacões ou terremotos. Há tão somente a plenitude da glória do Senhor. O que vivemos neste momento é o eco, a sombra, do que nos espera lá.

Paul Washer, pastor e missionário americano, certa vez disse que cada túmulo, cada morte, é um lembrete para que venhamos meditar na Palavra do Senhor e sobre a eternidade. Parafraseando ele, posso dizer que cada evento trágico é um aviso de que nosso lugar não é aqui, e que se a nossa esperança é para esta vida “somos os mais miseráveis de todos os homens” (1 Co 15:19).

Portanto, diante dos horrores que acontecem devemos estar convencidos da existência de um lugar de paz e conforto ao lado do Senhor, lugar esse que reserva a nossa verdadeira nacionalidade: filhos do Deus altíssimo, herdeiros da eternidade. Uma hora essa viagem chegará ao fim, e em breve estaremos na calmaria do nosso lar.

Ânimo, somos peregrinos!

Pela graça do Senhor,
João Paulo.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful