Ser Pastor

Autor: Vagner Freire

Tudo começa com um chamado:

Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Josué 1.9

O momento em que o coração arde, pois fomos escolhidos por Deus para cuidarmos de uma parte do Seu rebanho.

Do tempo do preparo até a prática pastoral, um longo caminho é seguido: estudos, noites mal dormidas, renúncias… Até que: Eu te consagrado em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo!

E agora? Sou um pastor? O que faço?

O interessante é que, quando estamos nos bancos das universidades, nenhum professor vai nos orientar sobre o que é ser pastor! Não nos ensinam que teremos que cuidar de vidas que não são as nossas! Não nos ensinam que, além do pastorado, um kit multifuncional será entregue no primeiro dia da prática. E aí nos vemos como, administradores, zeladores, terapeutas, psicólogos, psicanalistas, agentes sociais, conselheiros matrimoniais e… pastores

Paulo escreveu à Tito uma das mais belas cartas, sem deixar nada encoberto, para que ele pudesse exercer a sua função pastoral, quando estava em Creta.

Falaremos de quatro fatores importantes do Ser Pastor, tomando como base a carta de Paulo à Tito.

O pastor e a família, o pastor e ele mesmo, o pastor e a comunidade, o pastor e a Palavra.

Tito precisaria estabelecer presbíteros, indo de cidade em cidade, para que pusesse em boa ordem o que ainda restava em Creta. Certamente uma tarefa nada fácil para o momento que a cidade estava passando.

O pastor e a família

Aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução nem são desobedientes.
Tito 1:6

O ser pastor, precisa ter a sua vocação iniciada e refletida dentro de sua própria casa. Pregar o que vive, primeiro, em seu lar.

O ser pastor requer uma vida irrepreensível, ou seja, sem motivos para que falem mal da mesma, ele precisa ser o exemplo a todo o instante, independente das circunstâncias que o cercam.

Em alguns momentos, o ser pastor exigirá o silêncio em meio ao conflito, a resilência diante das situações mais adversas.

Ser marido de uma só mulher – o que poderia ser o óbvio para um ministério pastoral, em alguns momentos da nossa história, se torna motivo de exigência!

Ter filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução, nem desobedientes – a final, o ser pastor levará a resolução de conflitos entre pais e filhos e entre filhos e pais. Em algumas situações, os pais darão ao pastor o dever de educar filhos que não são seus. Mas ele é o pastor!

O ser pastor exigirá, embora não seja a realidade de muitos, ter a família do comercial de margarina. Sempre sorridente, comendo na mesa, com um cachorrinho do lado!

Infelizmente, a realidade pode ser outra para muitos pastores.

O companheiro exige mais da sua presença, os filhos se veem injustiçados por serem filhos do pastor, ele tem contas para pagar e nem sempre tem o recurso que precisa, falta algo e precisa aprender a viver por fé. A final, ele é pastor!

Eis ai a primeira dura tarefa de Tito!

Se pudesse resumir este tópico, diria que: O ser pastor exige renúncia!

O pastor e ele mesmo

Porque convém que o bispo seja irrepreensível, como despenseiro da casa de Deus, não soberbo, nem iracundo, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância;
Tito 1:7

Novamente o ser irrepreensível volta à cartilha do pastor. Agora, porém, em um cunho muito pessoal! Neste momento, está se analisando o lado homem do pastor.

Sobre o ser despenseiro, o dicionário informal define o termo como:

Aquele que cuida da despensa, administrador do celeiro, distribuidor de algo que está sob sua guarda. Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel.

A fidelidade é exigida a todo instante para aquele que é pastor, seguida por não ser propenso à ira. Isto quer dizer que, o mundo poderá estar caindo á volta do pastor/a, ser tentado ao erro, ter sua paciência testada e ainda assim, ser pastor!

Os três requisitos seguintes, neste versículo, demonstram em que ambiente Tito se encontrava. Provavelmente o histórico dos líderes não deveria ser o dos melhores: Prováveis beberrões, violentes, gananciosos (nunca satisfeitos com o que tinham).

Questões básicas, mas que faltam em alguns dos pseudo pastores dos nossos tempos.

Neste ponto somos chamados a atenção para o ser pastor como aqueles que precisam fazer uma auto avaliação constante. A vida do pastor tem que ser transparente, submissa e humilde.

O pastor e a comunidade

Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;
Tito 1:8

Até aqui vimos a vida familiar e a vida pessoal do ser pastor.

Agora, entramos em uma questão que, aos poucos está sendo esquecida por pastores: vida comunitária.

O ser pastor, significa estar atento, 24 horas por dia, para um chamado de uma de suas ovelhas.

Em alguns momentos, precisa-se multiplicar em três porque tem o aniversário do mais idoso, o batizado do mais novo, a festa da debutante. E se o pastor não estiver presente, a coisa fica feia!

Ser amigo do bem, ainda que seja tratado com o mal! Ser moderado, embora a sua paciência esteja sendo testada! Justo, mesmo com aqueles que não comparecem aos chamados da sua liderança e exigem fazer parte de algum projeto! Santo, embora seja tentado a fugir à santidade! Temperante, diante de temperamentos tão adversos!

O ser hospitaleiro significa todos os adjetivos expostos! Ele precisa receber a todos, muito embora nem todos o desejem em seus lares!

O pastor e a Palavra de Deus

Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes.
Tito 1:9

Este último fator, e não menos importante, é a síntese dos que já foram expostos.

O conhecimento das Sagradas Escrituras é fator fundamental para ser um pastor!

A Palavra de Deus deve ser a bússola que guiará o rumo da vida daquele que deseja ser pastor.

Não temos como seguir a vida pastoral sem as instruções do Bom Pastor, Daquele que deu a vida por Suas ovelhas!

Não temos como sermos pastores sem a base para todo e qualquer argumento.

A Palavra de Deus não tem que ser apenas o livro de cabeceira, ela deve estar presente para darmos as respostas que as nossas ovelhas precisam ouvir: As verdades sagradas!

Recentemente li sobre um “pastor” que, após ler um trecho da Bíblia, disse o seguinte:

“Este é o parecer da Bíblia! Agora prestem atenção naquilo que julgo importante para vocês!”

Querem sobrepujar a Palavra de Deus! A mesma é deixada de lado nos púlpitos e o que se ouve são convicções e achismos que não têm nada haver com os ensinamentos de Deus!

É verdade que, agindo assim, o ser pastor se torna mais fácil!

Erram por não conhecerem as Escrituras!

Então Jesus lhes esclareceu: “Vós estais equivocados por não conhecerdes as Escrituras nem o poder de Deus! Mateus 22.29

Ser pastor requer uma vida familiar exemplar, uma vida pessoal de auto avaliação constante, ser sociável, justo, santo, conhecedor e praticante da Palavra.

Olhando assim, dá prá notar o quanto temos falhado, mas também o quanto há aqueles que se esforçam por cumprir o seu chamado de serem pastores.

Leave a Reply

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful