Sola Scriptura

“Pegue um rolo e escreva nele todas as palavras que lhe falei a respeito de Israel, de Judá e de todas as outras nações, desde que comecei a falar a você, durante o reinado de Josias, até hoje.
Talvez, quando o povo de Judá souber de cada uma das desgraças que planejo trazer sobre eles, cada um se converta de sua má conduta e eu perdoe a iniqüidade e o pecado deles”
Jeremias 36:2,3

Lembro que li em algum lugar um texto que falava sobre a importância da escrita para a humanidade, podendo ser considerada até hoje uma das maiores descobertas feitas pelo homem. Desde os registros mais arcaicos, como os hieróglifos egípcios ou as mensagens escritas em vasos de cerâmica, até os complexos códigos usados pela informática, percebemos a importância crucial dos textos para a organização da vida em sociedade.

Não fora diferente com a igreja do Senhor, seja no Antigo Testamento, seja no Novo Testamento. Inspirados pelo Espírito Santo, homens cumpriram a missão de deixar aos seus semelhantes a mensagem vinda de Deus, e ao segurar uma bíblia em nossas mãos muitas vezes não imaginamos os obstáculos que se sobrepuseram para que essa mensagem continuasse a existir.

O livro do profeta Jeremias nos relata a experiência que seu autor viveu em ter de escrever “todas as palavras” (vers. 2) que lhe foram ditas por Deus sobre Israel. O registro era essencial pois o povo de Deus já não se preocupava em cumprir a vontade Dele, passando a perseguir, inclusive, o próprio profeta Jeremias, contudo, mais que um mero texto, a mensagem a ser escrita pelo profeta serviria para orientar e exortar esse povo da justiça que mais tarde cairia sobre os mesmos caso não se arrependessem e voltassem a buscar o Senhor.

Vemos, assim, a necessidade da Palavra em nossas vidas. Sem ela estamos a vagar por um caminho coberto de pecado e miséria, com trevas nos cercando por todos os lados. Ela então surge, resplandecente, rompendo nossa cegueira espiritual ao apontar para Aquele sobre o qual repousa a paz, justiça, verdade e amor. Invertendo a lógica das coisas, já não somos nós quem passa a ler essa Palavra, mas é ela quem nos lê, perscrutando cada canto do nosso ser e nos fazendo entender, como dissera Abraham Kuyper, que “não há um único centímetro quadrado, em todos os domínios de nossa existência, sobre os quais Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: “É meu!”

Nós, crentes no Senhor, não somos apenas “o povo da Bíblia”. Somos o povo guiado pela Palavra viva e inerrante deixada a nós pelo próprio Deus.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful