Vivendo os Princípios Cristãos

Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra. 2 Tim 3:14-17 

 

Desde cedo fomos educados por nossos pais dentro dos padrões morais que a sociedade nos exige: não desobedecer, não roubar, não xingar, não mentir, ser honesto, educado… e por aí adiante.

Para muitos, estes padrões, que aqui vou chamá-los de princípios, já não são praticados ou nem se quer foram passados e, portanto, não podem ser cobrados. Com isto, vivenciamos um tempo sem os princípios básicos da educação familiar, gerando um caos no meio em que vivemos (família, igreja, sociedade).

Procura-se um responsável por tudo isso e não se encontra. Afinal, ninguém quer se responsabilizar por questões que não lhe cabem e que “deveriam ser transmitidas de berço”.

A família, célula mater da sociedade, tem, ou deveria ter, total influência na transmissão destes princípios. Acontece que, com o decorrer dos anos, ficou muito mais complicado sentar e dialogar com o filho, com o esposo, com a esposa. O tempo está muito curto e, para alguns, o diálogo em formato de instrução, é perda de tempo!

A igreja, no seu papel de passar os princípios cristãos, acaba tendo que assumir o papel que é da família, e, em muitos casos, acaba falhando, por não ter capacidade, afinal ela é constituída por famílias e, uma vez que estas não carregam em si os princípios padrões, a igreja sofre com a falta dos mesmos.

Neste caso, a sociedade acaba sofrendo pela falta dos princípios familiares e, consequentemente, dos princípios cristãos!

Uma crítica dura, talvez, mas real e que precisa, pois ainda temos tempo, de ser modificada.

A Palavra de Deus

Paulo exorta a Timóteo o “permanecer naquilo que aprendeu e que foi instruído, sabendo de quem recebeu”.

Acho interessante o “sabendo de quem recebeu”!

Há uma fonte segura! Alguém com base e conhecimento, transmitiu algo que deveria ser perpetuado, jamais esquecido!

Já falamos aqui sobre a importância da nossa história, saber de onde viemos e de quem recebemos o que sabemos hoje.

A Escritura Sagrada, para os que creem em Cristo Jesus, é inspirada por Deus e, portanto, “útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça”.

Praticando o que as Escrituras nos passam, seremos “perfeitos e perfeitamente habilitados para toda boa obra”. Isto significa que os princípios de Deus serão perpetuados em nossas vidas e com isto, serão transmitidos de geração em geração.

O Salmo 128, irá tratar um pouco mais destes princípios e os benefícios que os mesmos trazem para aqueles que os cumprem.

Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor. O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel. Salmos 128:1-6 

Este Salmo traz o conceito de uma vida piedosa, proveitosa tanto no trabalho, como no lar, e na sociedade.

v.1-2 – O trabalho prospera quando feito no temor de Deus (Salmos 127.1-2)

v.3 – A videira, uma fonte de alegria, se devidamente cuidada (esposa (o)). A oliveira, árvore da vitalidade (filhos).

A família sendo cuidada, terá os seus princípios mantidos e perpetuados.

v.4 – O temor ao Senhor como princípio de Benção.

  1. 5 – Serás abençoado desde a sua raiz até o seu dia final, quando será ainda mais abençoado ao fazer parte dos escolhidos de Deus para entrarem na Sua morada celeste.

v.6 – A tua prosperidade alcançará geração pós geração.

Concluo, perguntando: Quais princípios tem faltado em você e se gostaria de resgatá-los na presença do Senhor?

Um princípio valioso, que você não pode deixar de ter em tua vida é o Princípio da Salvação!

Este te garante a vida eterna em Cristo Jesus e te faz participante dos escolhidos de Deus para estarem no céu com Ele.

Você deseja este princípio?

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful