Reformai
Publicidade:
Home | Biografia: Irineu de Lyon

Biografia: Irineu de Lyon4 min de Leitura

Publicidade:

Irineu nasceu por volta de 130 d.C. e cresceu na Ásia Menor sob o ministério de Policarpo em Esmirna que fora discípulo do apóstolo João de acordo com a tradição cristã. Irineu, grego por nascimento e filho de crentes no Senhor, relata suas memórias de estar sob os ensinamentos de Policarpo, ouvindo os relatos dos apóstolos sobre a vida de Jesus. Essas experiências apenas reforçaram sua convicção da natureza apostólica da fé cristã.

Irineu foi ordenado ao ministério pelo próprio Policarpo que o enviou para a Gália, atual França, onde havia uma grande população de cristãos procedentes do Oriente. Lá, trabalhou ao lado de Fotino (o primeiro bispo de Lyon), que, em 175 d.C., o enviou a Roma visando resolver problemas doutrinais com os hereges montanistas. Em Roma, Irineu também foi influenciado pelos ensinamento de Justino Mártir (ou Flávio Justino). Não se passou muito tempo até o imperador romano, Marco Aurélio, decretar uma terrível perseguição contra os cristãos onde muitos irmãos perderam suas vidas em amor a Cristo e sua Mensagem, em 175 d.C. a perseguição também atingiu a cidade de Lyon.

Na província da Gália, Lugdunum (que hoje é a cidade de Lyon), Irineu foi sucessor de Fotino (o primeiro pastor de Lyon). Irineu viveu entre os celtas, ele estava longe do refinamento e da civilização de Roma, e lamentou a influência dos celtas bárbaros sobre ele e sua própria falta de treinamento em retórica. No entanto, o cristianismo gerou grandes frutos na Gália de modo que, quando a perseguição chegou por lá em 177 d.C., muitos crentes corajosos da Gália morreram e seus testemunhos fiéis se espalhou por todas as igrejas de todo o império romano.

Publicidade:

Os escritos de Irineu revelam um aspecto significativo de seu ministério apologético – defendendo a fé contra falsos mestres. Dois de seus escritos são de grande influência em toda cristandade, o primeiro, é a obra “Contra as Heresias”, cinco livros refutando os falsos ensinamentos de Valentinus, Marcion (ou Marciano) e outros. A partir desses escritos, Irineu viu o futuro perigoso ao cristianismo se fosse manchado pelas incontáveis ​​seitas sob esses falsos mestres. Portanto, ele procurou defender a fé cristã estabelecendo uma igreja unificada sob o ensino dos apóstolos. O outro escrito foi “A Demonstração da Pregação Apostólica”, é um resumo da fé cristã extraída das Escrituras.

O último vislumbre que temos de Irineu é por meio de sua carta a Victor, o bispo de Roma, encorajando-o a não excomungar as igrejas da Ásia Menor por observar várias práticas divergentes associadas a Páscoa. De muitas maneiras, esta carta demonstra a preocupação de Irineu pela unidade da igreja, fundada não em assuntos secundários, mas nos fundamentos da fé.

De acordo com a tradição, Irineu foi martirizado por sua fé por volta de 200 d.C. Embora Irineu lamentou sua própria falta de treinamento e habilidade como professor, seu trabalho continuaria a moldar o entendimento cristão das Escrituras e da igreja por muito mais. séculos, para que sua influência permaneça discernível até hoje.

Publicidade:

2020 © Para o uso correto deste recurso visite a nossa Página de Permissões.

Publicidade:
Irineu de Lyon

Irineu de Lyon

Irineu de Lyon (130-202) é um dos principais da Igreja, foi pastor e teólogo do segundo século, além de ter sido discípulo de Policarpo (um dos discípulos próximos do apóstolo João).

Publicidade: