Ministério Reformai
Publicidade:
Home | Cristo, o Exemplo dos Ministros

Cristo, o Exemplo dos Ministros

ARQUIVO DO ÁUDIO DISPONÍVEL SOMENTE PARA ASSINANTES REFORMATA, ECCLESIA E CORAM DEO. TORNE-SE ASSINANTE PREMIUM.

Não é apenas nosso grande dever, mas a nossa maior honra, imitar a Cristo, e fazer o trabalho que Ele fez, e assim agir como cooperadores dEle.

Características de um ministro

Os ministros de Cristo devem ser pessoas do mesmo espírito que seu Senhor era – o mesmo espírito de humildade e contrição de coração; porque “o servo não é maior que o seu Senhor” (Jo 15:20).

Eles devem ter a mesma mente celestial e desprezo pela vanglória, riqueza e prazeres deste mundo. Devem ter o mesmo espírito de devoção e amor fervoroso a Deus. Eles devem seguir o exemplo de oração de Cristo; que vez após vez se afastava do mundo, para longe doo barulho e dos aplausos das multidões; Cristo ia para as montanhas e lugares solitários, a fim de separar-se em oração secreta, e conversar com o Seu Santo Pai.

Os ministros devem ter o mesmo espírito de quietude do cordeiro que Cristo tinha, o mesmo espírito de submissão à vontade de Deus e de fidelidade, deve ter a paciência sob as aflições, e mansidão para com os homens; a mesma calma e compostura de espírito sob as censuras e sofrimentos da malignidade dos homens maus; o mesmo espírito de perdão dos ferimentos; o mesmo espírito de caridade, de amor fervoroso e de ampla benevolência; a mesma disposição para apiedar os miseráveis, para chorar com aqueles que choram, para ajudar os homens sob suas calamidades de alma e corpo, para ouvir e atender os pedidos dos necessitados, e aliviar os aflitos; o mesmo espírito de condescendência para com os pobres e humildes, ternura e gentileza para com os fracos e grande e eficaz amor aos inimigos.

Eles devem também ter o mesmo espírito de zelo, diligência e autonegação para a glória de Deus e progresso para o Seu Reino e para o bem da humanidade; da mesma forma que Cristo foi com tais coisas, e suportou os mais extremos sofrimentos.

E para imitarmos a Cristo na obra do ministério, em qualquer grau tolerável, não devemos ter nossos corações sobrecarregados e o tempo repleto de afeições e preocupações mundanas. Os deveres que foram aqui citados sobre um ministro são absolutamente inconsistentes quanto ele tem uma mente muito ocupada com o lucro, a glória, as diversões e os entretenimentos mundanos.


Citações escriturísticas a partir da Almeida Corrigida Fiel (ACF). 2019 © Traduzido por Elnatan Rodrigues; revisado por Amanda Martins; áudio por Sérgio Cavazonni. Para o uso correto deste recurso visite nossa Página de Permissões.

Jonathan Edwards

Jonathan Edwards

Jonathan Edwards (1703-1758) foi pregador congregacional, teólogo calvinista e missionário aos índios americanos, e é considerado um dos maiores filósofos norte-americanos.

Publicidade: