Reformai
Publicidade:
Home | Trecho: O Senhor das Famílias

Trecho: O Senhor das Famílias(12 min de Leitura)


Trecho da obra “O Senhor das Famílias”, para ler a obra completa clique aqui.


Como a Família Cristã deve ver seu Criador e Redentor?

1. Deus é o fundador de todas as famílias; portanto, as famílias devem orar a Ele.

A sociedade familiar geralmente tem essas três combinações: marido e mulher, pais e filhos, senhores e servos. Embora possa haver famílias onde não haja todas essas combinações, todas elas são de Deus. A instituição do marido e da esposa é de Deus (Gn 2:21-24), e de pais e filhos, e senhores e servos. E a autoridade de um sobre o outro e a sujeição de um ao outro são instituídas por Deus e fundamentadas na lei da natureza, que é a lei de Deus.

As pessoas, consideradas isoladamente, têm seus seres somente de Deus, e o próprio ser desta sociedade também é Dele. E, como uma pessoa solteira é, portanto, obrigada a se dedicar ao serviço de Deus e a orar a Ele, portanto, uma sociedade familiar é obrigada a fazer o mesmo em conjunto porque a sociedade é de Deus. E Deus designou esta sociedade não somente para o conforto mútuo de seus membros ou do todo, mas também para Sua própria glória. Como pode, portanto, essa sociedade familiar viver para a glória de Deus, se não O serve e ora a Ele?

Publicidade:

Deus deu autoridade a um para comandar e governar e ao outro a delegação de obedecer. Isso é feito com referência às coisas do mundo, mas também às espirituais! Não somente nas coisas pertencentes ao mundo, mas também nas coisas pertencentes a Deus. O conforto da criatura não é o fim último de Deus, esta não é a Sua própria glória. Deus é muito mais do que o fundados da família, mas o mestre dela. Nenhum outro ser ou instituição criada tem maior autoridade do que Ele. Ninguém é, por autoridade de Deus ou por ordem da natureza, o mestre da família, senão o próprio Deus. Se alguém pode ser considerado líder, não deveria imitar a liderança de Deus? Se é considerado filho, não deveria imitar a submissão do Filho de Deus? As funções delegadas por Deus dentro da família servem para revelar a Deus e aperfeiçoar a Sua obra em nós, nos convocando a olhar, orar e adorar a Ele. Aqui nós vemos o vínculo entre as coisas racionais e as espirituais.

2. Deus é o Dono de nossas famílias; portanto, elas deveriam orar a Ele

Deus sendo nosso Dono e Proprietário absoluto, não apenas por causa da supereminência de Sua natureza, mas também pelo direito de criação, dando-nos o nosso ser e tudo o que temos, nós mesmos e tudo o que é nosso, não deveria receber nossa reverência, servidão e adoração? Nossas famílias são um meio para nos tornar mais úteis para o interesse e a glória do nosso Dono.

De quem são suas famílias, se não de Deus, então? Você renuncia a Deus como seu Dono? Se você o faria, ainda assim em certo sentido você é dEle, ainda que não por resignação e por se dedicar totalmente a Ele. De quem você gostaria que sua família fosse “de Deus ou do diabo”? O diabo tem algum título para suas famílias? E suas famílias servirão ao diabo, que não tem título para você, nem de criação, preservação ou redenção? E você não servirá a Deus, que por tudo isso tem um título para você e uma propriedade absoluta e completa em você? Se você disser que sua família é do diabo, sirva-o. Mas se você diz que ela é de Deus, então sirva a Ele. Ou você dirá: “Nós somos de Deus, mas servimos ao diabo”? Se você não diz assim, mas também não serve a Deus, não é tão ruim quanto se dissesse? Por que você tem vergonha de dizer isso, mas não tem vergonha de fazer o que faz? Responda isso com temor a Deus. Se suas famílias, como tais, são de Deus, não é razoável que você o sirva e ore a Ele?

Publicidade:

3. Deus é o mestre e governador de suas famílias

Se Deus é o mestre e o governador das famílias, então elas devem servi-Lo em oração. Se Ele é seu Dono, também é seu Governador; e Ele não lhes dá leis para seguir e obedecer apenas por serem pessoas particulares, mas também por ser uma sociedade combinada (Ef 5: 25-33; 6: 1-10; Cl 3:19-25; 4:1). Deus é, então, o Mestre de sua família, e então sua família não deveria servi-Lo? Os súditos não devem obediência a seus governadores?

O filho honra o pai, e o servo o seu senhor; se eu sou pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o meu temor? diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?

Malaquias 1:6

Famílias que não honram a Deus e não o servem em oração não têm honra em si mesmas!

4. Deus é o benfeitor de sua família

Portanto, eles devem servir a Deus orando a Ele e louvando a Ele. Deus não faz bem a você e dá-lhe misericórdia apenas como pessoas individuais, mas também como uma sociedade conjunta. Esta é a continuidade do Senhor da família, não apenas dispensa uma misericórdia particular, mas também a toda família, assim como um pai, uma mãe, um líder ou mesmo qualquer subordinado e filho deveria ver o bem não só de si mesmo, mas de toda a família. Não é assim que deveriam pensar, que você tem uma casa para morar juntos e comida para comer juntos? Você não chama isso de misericórdia da família? E não chamam isso em voz alta em seus ouvidos e em suas consciências para louvar juntos seu generoso Benfeitor e orar juntos pela continuação destes e pela concessão de mais, conforme necessário? Seria interminável declarar quantas maneiras Deus é um Benfeitor para sua família em conjunto; e você é sem vergonha, se você não glorificar a Deus conjuntamente por Sua generosidade. Se você não glorifica a Deus em família, sua casa é mais um chiqueiro para os porcos do que uma casa para criaturas racionais.

Publicidade:

Oh geração! Considerai vós a palavra do Senhor: Porventura tenho eu sido para Israel um deserto? Ou uma terra da mais espessa escuridão? Por que, pois, diz o meu povo: Temos determinado; não viremos mais a ti? Porventura esquece-se a virgem dos seus enfeites, ou a noiva dos seus adornos? Todavia o meu povo se esqueceu de mim por inumeráveis dias.

Jeremias 2:31,32

Deus se esqueceu de você? Fale, famílias ímpias e sem oração. Deus se esqueceu de você? Não! Todo pedaço de pão que você come lhe diz: Deus não te esquece. Toda vez que você vê a sua mesa estendida e a comida posta, vê que Deus não se esquece de você. “Por que, então”, diz Deus, “essa família não vem a mim? Quando você tem comida para colocar na boca dos seus filhos, por que então você não vem a mim? Viver juntos e comer juntos às minhas custas, cuidados e cobranças, e ainda ser meses inteiros e nunca vem para mim? Se você tem filhos, uma esposa ou marido, tem roupas, saúde e milhares de maneiras além das quais eu te fiz bem, por que então vocês viverão anos inteiros juntos e nunca juntos a mim? Se aproveitam de todos os meus bens, mas nunca juntos a mim? Você encontrou alguém mais capaz ou mais disposto a fazer o bem que você mesmo nunca pôde fazer? Por que você é tão ingrato a ponto de não vir para mim?”

Veja bem, quando Deus é um benfeitor para um povo (e há a mesma razão para as famílias) e eles não O servem, que maldade monstruosa é essa! Deus manteve todos vocês seguros durante a noite, e ainda assim pela manhã você não diz: “Onde está o Senhor que nos preservou? Venha, venha, vamos dar louvores a Ele!”. Deus fez bem a você e sua família por tantos anos; e ainda assim você não diz: “Onde está o Senhor que fez grandes coisas por nós? Venha! Vamos reconhecer Sua misericórdia juntos”. Deus o levou através da aflição e doença na família: a praga esteve em casa, e ainda assim você vive, a varíola e a febre ardente esteve em suas casas, e ainda assim você está vivo, seu companheiro conjugal está doente e recuperado, filhos quase até a morte, e ainda restaurado e por tudo isso você não diz: “Onde está o Senhor que nos guardou da sepultura e nos salvou da cova? Por Sua bondade não somos podres entre os mortos!” .E, no entanto, você não ora nem elogia esse maravilhoso Benfeitor junto aos seus.

Surpreenda-se com as próprias paredes dentro das quais esses desgraçados ingratos vivem! Que as próprias vigas e pilares de suas casas tremam! E que as próprias vigas dos pisos em que pisam e andem tenham um medo terrível! Aqueles que moram juntos em uma casa dessas vão para a cama antes de orar juntos! Surpreenda-se a terra, que as famílias que o Senhor nutre e mantém sejam rebeldes e ingratas! Sendo pior do que o próprio boi que conhece seu dono e menos compreensivo que o próprio asno (Is 1:2,3).

Publicidade:

Pelo que foi dito, raciocino desta maneira: se Deus é o Fundador, Proprietário, Governador e Benfeitor das famílias, então as famílias devem unir-se a adorar a Deus e orar a Ele.


Citações escriturísticas a partir da ACF © Traduzido por Amanda Martins. Para o uso correto deste recurso visite nossa Página de Permissões.

Thomas Doolittle

Thomas Doolittle

Thomas Doolittle (1632-1707) foi um puritano não-conformista. Educado em Pembroke Hall, Cambridge. Foi pregador, professor e ministro da Palavra de Deus.

Publicidade:
Publicidade:
  • Como Funciona
        • Classificações

        • Principais Assuntos

        • Encontre

        • Recomendamos

        • Lista de Assuntos

        • Arquivos

        • Busque

          Digite uma palavra-chave…

  • Loja
  • Assine
  • Artigos
  • Assuntos
  • Autores
  • Downloads
  • Podcast
  • Séries
AdBlock Detectado

Parece que você está usando uma extensão de navegador de bloqueio de anúncios. Fazemos uso de publicidade em nossa plataforma para nos ajudar com os custos da plataforma e da nossa equipe. Por favor, insira nosso site na lista de permissão em sua extensão. Você pode assinar um dos nossos planos e ter acesso sem publicidade e muitos outros benefícios.

Seja PremiumMuitos conteúdos exclusivos para você!

Aprofunde-se na Teologia Reformada com conteúdos edificantes e bíblicos! No plano anual você paga menos de R$ 10,00 por mês (33% OFF). Aproveite!

Conteúdo protegido por direito autorais.